Translate this Page
VOTAÇÃO
Gostou Do Site?
Sim.
Não.
Precisa Melhorar.
Ver Resultados


Rating: 2.8/5 (710 votos)



ONLINE
1





Partilhe esta Página


peixe arqueiro
peixe arqueiro

                          

 

Toxotes jaculatrix

Nome Popular: Peixe Arqueiro, Banded archerfish

Família: Toxotidae

Distribuição: do Oriente Médio até partes inferiores da Ásia e Austrália

pH: 6.5-7.5 dureza: 10-15 dH temperatura: 24º-30°C

Tamanho adulto: 30 cm (comum 20 cm)

Sociabilidade: Grupo. Pacíficos com peixes de igual tamanho. Indivíduos menores podem ser agredidos ou predados.

Manutenção: Médio

Zona do aquário: Meio / Superfície

Aquário mínimo: 150x40x50 – 300L

Alimentação: Carnívoro; gostam de comida viva, mas se acostumados, podem comer alimentos congelados.

Características: Arqueiros são geralmente pacíficos e não muito nervosos, se mantidos em pequenos grupos de peixes do mesmo porte, caso contrário, os indivíduos maiores podem agredir os menores. Eles podem ser mantidos com peixes como Scats e Monos, embora estas espécies podem crescer até ficarem incompativelmente grandes e ativos. Forneça um tanque espaçoso, com áreas de natação livre, e mantenha as condições cuidadosamente; Arqueiros não vão em ambientes muito frios. A eles devem ser dadas presas vivas; como comida para répteis, ou larvas eclodidas de uma cultura autóctone de moscas.

Arqueiros gostam de se alimentar de gafanhotos, grilos, moscas e aranhas que caem ou se aproximem da superfície da água. Se comprou espécimes jovens, eles podem, eventualmente, aceitar alimentos floculados, mas alguns peixes vão recusá-los totalmente. Sua visão é aparentada à dos mamíferos.

Em um tanque especializado cheio de água e plantas que estejam acima da superfície, Toxotes jaculatrix pode realizar suas “habiliades de tiro” – atirando insetos para fora das folhas com um jato certeiro de água vindo de sua boca. Lâmpadas podem se tornar alvos perigosos, portando coloque uma tampa de vidro, pois o peixe pode pular fora do aquário para capturar uma eventual presa. Tanto estes como um de seus parentes, este mais esguio, Toxotes chatareus vão se alimentar mais sedentáriamente da superfície. Deve se juntar sal à água, à razão de uma colher de chá para cada 5 litros.

Reprodução: Ovíparo. Rara em aquário. Não há nenhuma maneira conhecida se sexar estes peixes, isso significa que se você quiser tentar, deverá mantê-los em grupo. Em liberdade depositam um enorme número de ovos (entre 20.000 e 150.000) de aproximadamente 0,4 mm de diâmetro, de caráter pelágico, ou sejar, que flutuam na água. As posturas são estimuladas pela diminuição da condutividade da água com a chegada das chuvas após a estação das secas (de Maio a Junho).

Para garantir a sobrevivência dos alevinos, os ovos devem ser transferidos para um tanque, onde irão eclodir em cerca de 12 horas. Os alevinos devem ser alimentados com itens que podem ser capturados na superfície da água, como pequenos insetos e outros alimentos flutuantes. Alimentos vivos são os mais facilmente aceitos, embora as crias devam ser alimentadas com alimentos preparados e/ou industrializados o mais cedo possível para evitar que eles fiquem muito ligados ao alimento vivo.